Conheça mais sobre Vinhos
 
 

Mapa do Vinho: Itália

 
 

Tomar vinho e comer, para o italiano, é praticamente a mesma coisa. Em todo o país, topograficamente formado de colinas e montanhas, cultivam-se uvas viníferas e produzem-se vinhos, alguns muito elegantes, outros para o dia-a-dia. A rica gastronomia italiana é favorecida imensamente pela constante companhia da bebida, que atende a todas as especialidades regionais. Do Norte ao Sul do país vigora a "santíssima trindade mediterrânea", que nada mais é do que o tripé contituído de vinho, pão e azeite.

Esse traço cultural tão enraizado encontra, na legislação vinícola, suporte para que a Itália se mantenha entre os gigantes da produção mundial de vinho.

Procure nos rótulos as classificações:

Vino da Tavola (Vinho de Mesa): vinhos baratos e simples, para o consumo diário. De fácil compatibilização com a comida, os rótulos dessa categoria são os mais populares, porém abrigam alguns excelentes vinhos.

Indicazione Geografica Tipica - IGT(Indicação Geográfica Típica): essa classificação, criada no início dos anos 90, pode ser comparada ao Vin de Pays, da França. Fica entre a categoria mais popular, a Vino da Tavola, e outras de controle mais rigoroso.

Denominazione di Origine Controllata - DOC (Denominação de Origem Controlada): aqui as regras são mais austeras. A legislação determina o sistema de poda e plantio dos vinhedos, o rendimento máximo deuvas por hectare, o teor alcoólico dos vinhos, as técnicas de vinificação e os critérios de envelhecimento. E ainda não é tudo: os vinhos passam por degustação técnica e análise química para endossar sua tipicidade. Esses vinhos também podem trazer no rótulo a inscrição VQPRD - Vinho de Qualidade Produzido em Região Demarcada.

Denominazione di Origine Controllata e Garantita - DOCG (Denominação de Origem Controlada e Garantida): é o top dos tops entre os vinhos italianos. As regras são ainda mais rígidas que as dos vinhos DOC. Anualmente, uma comissão gesgustadora oficial aprova ou reprova.

Regiões Produtoras na Itália

Regiões onde se produzem vinhos na Itália

Piemonte

No Mapa: Noroeste da Itália, próximo aos Alpes. Referência: cidade de Turim.

Castas mais comuns: tintas locais - Barbera, Nebbiolo, Dolcetto; brancas - Moscato, Cortese, Arneis.
Ao lado da Toscana e do Vêneto, Piemonte responde pelo melhor da produção italiana de vinhos. Os tintos dessa região, classificados como DOCG, estão entre os grandes vinhos do mundo.

São de lá: Gattinara, Asti Spumante, Gavi.

Não Morra sem experimentar: Barolo, Barbaresco.

Toscana

No mapa: ao norte de Roma.

Castas mais comuns: tintas - Sangiovese, canaiolo Brunello, Cabernet Sauvignon, Merlot; brancas - trebbiano di Toscana, Chardonnay, Malvasia.

Terra de grandes vinhos, muitos pertencentes à categoria máxima, DOCG. É o berço dos Chianti, elaborados com a casta Sangiovese. De lá também são os Brunello di Montalcino.

São de lá: Carmignano, Sassicaia, Tignanello, Vin Santo (branco doce).

Não morra sem experimentar: Chianti Clássico, Chianti Rufina, Brunello di Montalcino, Vino nobile di Montepulciano.

Vêneto

No mapa: Norte da Itália. Referências: Veneza e Verona.
Castas mais comuns: tintas - Corvina, Molinara, Negrara, Veronese, Rondinella, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot; brancas - Garganera, Trebbiano di Soave, Pinot Grigio.

Região dos populares Valpolicella e Bardolino, dos prestigiados Recioto della Valpolicella Amarone e Soave (branco).

Vêneto é conhecido por produzir vinhos de vários estilos, inclusive os espumantes Prosecco. Destaca-se também pela grande quantidade de vinhos que produz. Predominam nessa região os vinhos classificados como DOC.

Não morra sem experimentar: Recioto della Valpolicela Amarone, Soave (branco), Prosecco di Conegliano-Valdobbiadene (espumante).

Abruzzo

No mapa: Centro-Sul do país, próximo ao mar Adriático. Referência: cidade de Pescara.

Castas mais comuns: tintas - Montepulciano d' Abruzzo, Sangiovese; branca - Trebbiano.

Nessa região predominam os vinhos populares (Vino da Tavola e IGT), embora alguns DOC sejam reconhecidos por sua qualidade.

São de lá: Montepulciano d'Abruzzo (tinto), Trebbiano d'Abruzzo (branco).

Lombardia

No mapa: Norte da Itália, na fronteira com a Suíça.

Castas mais comuns: tintas - Nebbiolo (ou chiavennasca), Barbera, Pinoto Noir, Cabernet Franc, Merlot; branca - Chardonnay.

São de lá: os tintos Valtellina Superiore (Sassella, Inferno, Grumello e Valgella), os Franciacorta (espumante, branco, tinto).

Trentino-Alto Ádige

No mapa: montanhas no Norte da Itália, na fronteira com a Áustria.

Castas mais comuns: tintas - Lambrusco, Schiava, Lagrein, Teroldego, Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc; brancas - Pinot Blanc, Pinot Grigio, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Riesling, Gewurztraminer.

São de lá: Santa madalena, Teroldego Rotaliano.

Outras Regiões

Umbria, Puglia, Sicília, Calábria, Basilicata, Capânia, Emília-Romanha, Friuli-Venezia Giulia, Lácio, Ligúria, Marche.

 



Home

Quem somos

Loja

Cadastre-se

Contato

Conheça Também:

Imigrantes Bebidas
Clã do Whiky
Vodkas.com.br
Bebidaebebidas.com.br
Alambique da Cachaça
Absintos.com.br
© 2012 www.adegadovinho.com.br - Propriedade da Imigrantes Bebidas - Desenvolvido por MKTEAM E-commerce Marketing
2815848